Nas Entranhas: Avallone-Ford

Posted Posted by Pipe in , Comments 5 comentários



E por falar em protótipo e década de 70, vale dar uma olhada no interior desse
Avallone-Ford de 1972 dos pilotos Nilson Clemente e Antônio Castro Prado. Esse carro era bonito, e faz parte de uma época incrível do automobilismo brasileiro. O chassi tubular era baseado no de uma Lola T142 modificada e a carroceria na Lola T222.

*Atualizado
O Roberto Lacombe informou que esse carro se encontra atualmente no acervo do Museu do Automobilismo em Passo Fundo no RS. O local é um santuário do automobilismo nacional que guarda exemplares raros como esse. Deve ser uma experiência e tanto visitar esse museu.

5 comentários:

Ricardo disse...

Olá Felipe !
Não conhecia seu blog , achei lá no Rui , muito legal , já está nos meus favoritos , parabens .
Conheço uma história desse carro , não sei se é verdade , eu não ví , mas acredito que sim , pois quem me contou não é milongueiro . Diz que o Castro Prado comprou um Avallone pra correr e acabaram a categoria , ele nunca chegou a correr com o carro . Aí , bravo , ele levou o carro pra fazenda , cortou no meio e emendou de novo no pé de uma árvore , virou um vaso .
Abs.
Mike

Roberto Lacombe disse...

O carro está no museu http://www.museudoautomobilismo.com.br/popupacervo.asp?cod=327

Pipe disse...

Oi Mike, seja bem-vindo e obrigado. Fico feliz que você tenha gostado do blog.
Grande Rui, gente muito boa, sempre dá ótimas informações por aqui.
Agora que história hein?! O cara tem que ser meio doido pra fazer isso com um carro de corrida desses, que tanta gente gostaria de ter. Mas também ficou com um vaso pra lá de exclusivo, rs.
Abraço e volte sempre.

--------------------------

Fala Roberto, obrigado pela informação. O acervo desse museu é impressionante.
Abraço.

Anônimo disse...

Esses comentários sobre o fantástico piloto Antonio Catro Prado são ridículosd...Ele ganhou não só a inauguraÇÃO do Autódromo de Goiânia em em 27/07/74 como outras provasdo Brasileiro de Divisão 4. O carro está aqui comigo no Museu do Automobilismo Brasileiro em Passo Fundo RS há mais de 12 anos.PAULO TREVISAN

Pipe disse...

Fala Paulo, é um prazer ter a sua presença aqui no blog. Já ouvi falar muito de você lá no blog do Gomes, e do seu incrível museu, parabéns pelo belo trabalho desenvolvido aí. Um dia quem sabe ainda terei o prazer de ver de perto.

Obrigado por acrescentar a informação sobre o piloto Castro Prado, não quis ofendê-lo de forma alguma, e imagino que nem o amigo Ricardo. Eu realmente não conheci a carreira dele, e é sempre bom quando quem entende muito do assunto compartilha um pouco do que sabe por aqui.

Grande abraço.